ESPECIALISTAS DAS CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS

Os especialistas das ciências sociais e humanas efectuam estudos sobre conceitos, teorias e métodos, aperfeiçoam, desenvolvem ou aplicam os conhecimentos da economia, sociologia, antropologia, arqueologia, história, filologia, psicologia, bem como de outras ciências sociais e linguísticas ou organizam serviços sociais para responder às necessidades dos indivíduos e famílias na comunidade; formulam e apresentam soluções para problemas económicos, políticos e sociais existentes ou previsíveis; estudam acontecimentos e actividades do passado, as origens e a evolução da raça humana; estudam a origem e evolução das línguas, traduzem-nas ou interpretam-nas e estudam os mecanismos mentais e os comportamentos individuais e colectivos; prestam serviços sociais; elaboram comunicações científicas e relatórios; supervisionam, eventualmente, outros trabalhadores.

Ψ – PSICÓLOGOS

Os psicólogos estudam os mecanismos mentais e o comportamento do Homem, individual e colectivo e aplicam os seus conhecimentos na adaptação e desenvolvimento do ser humano no plano pessoal, social, educativo e profissional. Procedem a investigações sobre problemas psicológicos em domínios, tais como o fisiológico, social, pedagógico e patológico, utilizando técnicas específicas, que por vezes elaboram:

·         analisam os problemas resultantes da interacção entre indivíduos, instituições e grupos;

·         estudam todas as perturbações internas e relacionais que afectam o indivíduo;

·         investigam os factores diferenciais biológicos, ambientais e pessoais do seu desenvolvimento, assim como o crescimento progressivo das capacidades motoras e das aptidões intelectivas e sensitivas;

 ·         estudam as bases fisiológicas do comportamento e mecanismos mentais do Homem, sobretudo nos seus aspectos métricos.

Podem investigar um ramo particular da psicologia, psico-sociologia, psico-patologia, psicopedagogia, psico-fisiologia, ou especializarem-se numa aplicação particular da psicologia como, por exemplo, o diagnóstico e tratamento de desvios de personalidade e de inadaptações sociais, em problemas psicológicos que surgem durante a educação e o desenvolvimento das crianças e jovens ou em intervenção organizacional, nomeadamente selecção, formação e orientação profissional e ser designado em conformidade.

As tarefas consistem em:

·         Aferir e aplicar testes, a fim de determinar as características mentais, físicas ou outras, designadamente a inteligência, as capacidades, as aptidões e as potencialidades, interpretar e avaliar os resultados e aconselhar de acordo com os mesmos;

·         Analisar a influência da hereditariedade e dos factores sociais, profissionais ou outros na mentalidade e no comportamento dos indivíduos;

·         Fazer consultas terapêuticas e assegurar o acompanhamento;

·         Estabelecer contactos com as famílias dos clientes, os educadores, os empregadores e outros para recomendar soluções possíveis para os problemas ou modos de abordagem;

·         Estudar, individualmente ou em colaboração com outros técnicos, factores psicológicos no diagnóstico, tratamento e prevenção das doenças mentais, assim como perturbações emocionais ou da personalidade;

·         Preparar comunicações e relatórios;

·         Executar outras tarefas similares;

·         Coordenar outros trabalhadores.